Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Ministro da Infraestrutura recebe representantes do setor rodoviário de cargas
Novos diretores do DNIT tomam posse nesta segunda-feira
Governo assina contrato de concessão da Rodovia de Integração do Sul

CURTAS INFRAESTRUTURA

INFRAESTRUTURA INSTITUCIONAL

INFRAESTRUTURA VÍDEOS

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, defende as concessões em seu 1º discurso

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, defende as concessões em seu 1º discurso

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, defende as concessões em seu 1º discurso
Em cerimônia realizada, nesta quarta-feira (2/1), para mais de 500 pessoas no auditório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Brasília (DF), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que, durante a sua gestão, vai continuar transferindo ativos para iniciativa privada. O primeiro grande desafio do ministro será em março, com o leilão da Ferrovia Norte-Sul, da quinta rodada de concessão de aeroportos e dos dez terminais portuários. Segundo Tarcísio Gomes de Freitas, após o leilão dos aeroportos, o governo deve anunciar uma nova rodada de concessões. “Esse é nosso primeiro teste do modelo em bloco e, assim que tivermos essa avaliação do mercado, nós devemos retomar as concessões de aeroportos. A gente faz a quinta e já anuncia sexta”. Além disso, no discurso, o ministro declarou que vai realizar a concessão de “mais ativos rodoviários”. Neste ano, o governo deve publicar edital de licitação da concessão dos trechos da BR-364/365, entre Uberlândia (MG) e Jataí (GO), e vai iniciar as audiências públicas do trecho da BR-153 em Goiás e Tocantins. Já a licitação da FIOL (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), na Bahia, está estruturada, mas, para Freitas, o grande desafio é a concessão da Ferrogrão, ligando Sinop (MT) a Miritituba (PA). Além disso, há o trabalho na prorrogação antecipada de ferrovias. No discurso, o ministro também ressaltou a necessidade de resolver a questão das concessões anteriores, tanto das rodovias da terceira etapa quanto do aeroporto de Viracopos, garantindo um ambiente de segurança jurídica para esses contratos. “Vamos resolver, da melhor forma possível, esse passivo dos contratos que já não são mais exequíveis, seja por meio de revisões quinquenais ou por outra medida legislativa, que permita fazer a reprogramação dos investimentos. Esses são os dois caminhos que a gente visualiza para a solução definitiva”, afirmou. Outra questão colocada pelo titular da pasta foi conclusão das obras de pavimentação da BR-163 no Pará e o rearranjo institucional das agências reguladoras (ANAC, ANTAQ e ANTT), que permita o fortalecimento e independência das agências. Segundo o ministro, as agências precisam ser ferramentas para implantação das políticas setoriais e que garantam o bom ambiente de negócio. GESTÃO – O ministro terá como prioridade destravar os projetos de melhoria da logística do país, remover entraves burocráticos, dar segurança jurídica, reduzir exigências para a participação do setor privado em novos empreendimentos e melhorar a qualidade do serviço aos usuários. “Quero estar o tempo todo conversando com os setores e o sucesso desse trabalho depende muito do setor, das soluções em conjunto e do protagonismo da iniciativa privada”, pontuou Freitas. Segundo ele, a solução passa pela atuação no planejamento, gestão e regulação, além de contar com o BNDES, Caixa e a EPL (Empresa de Planejamento e Logística), que será responsável pela estruturação de projetos que sejam atrativos para o setor privado. NOVOS SECRETÁRIOS – Na cerimônia, o ministro apresentou os novos secretários da pasta. A Secretaria-Executiva será comandada por Marcelo Sampaio; a secretária-executiva adjunta será Viviane Esse; a Secretaria de Portos e Transportes Aquaviários estará sob o comando de Diogo Piloni; na Secretaria Nacional de Transportes Terrestres assume o General Jamil Megid; na Secretaria de Fomento, Planejamento e Parcerias assume Natalia Marcassa. Já na Secretaria Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann. Também participaram da cerimônia a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário.
https://www.youtube.com/watch?v=KSUKswcNYbM
0
0
Inauguração de 100 km duplicados na BR-163/MT

Inauguração de 100 km duplicados na BR-163/MT

Inauguração de 100 km duplicados na BR-163/MT
100 kms de duplicação da BR-163/MT foram entregues a população. O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, inaugurou o trecho que fica entre as cidades de Cuiabá e Jaciara, no Mato Grosso. As obras fazem parte da duplicação e restauração de 174 kms da rodovia, que é um dos maiores empreendimentos de infraestrutura do país. Confira: https://bit.ly/2EU71yj
https://www.youtube.com/watch?v=wXDkZZMUKDE
0
0
Prêmio Aeroportos + Brasil

Prêmio Aeroportos + Brasil

Prêmio Aeroportos + Brasil
Durante a cerimônia de entrega do Prêmio Aeroportos + Brasil, realizada em 4 de julho de 2018, os terminais de Brasília, Curitiba (São José dos Pinhais) e Natal foram eleitos os melhores do país, com base nos resultados consolidados do ano de 2017 dos 15 aeroportos avaliados na Pesquisa de Satisfação do Passageiro.
https://www.youtube.com/watch?v=BkTvk5e77dI&feature=youtu.be
0
0
Investimentos em Alagoas

Investimentos em Alagoas

Investimentos em Alagoas
O ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Valter Casimiro, visita obras em Alagoas e anuncia investimentos de R$ 250 milhões para o estado.
https://www.youtube.com/watch?v=N2_BdDdKSk0
0
0

INFRAESTRUTURA NAS REDES

Twitter

Facebook

Twitter

Facebook

Twitter

Facebook

CONSULTA PÚBLICA

banner 255x167 consulta publicapsd final

ACESSE

horus banner

webportos banner

ÓRGÃOS VINCULADOS

Fim do conteúdo da página